O que é PWM (Pulse Width Modulation)

Você já ouviu falar sobre PWM (Pulse Width Modulation)? Apesar do nome complicado, é um conceito bastante utilizado em eletrônica. Vamos simplificar para que todos possam entender.

Basicamente, o PWM é uma técnica que permite controlar a quantidade de energia que é enviada para um dispositivo, como uma lâmpada ou um motor. Isso é feito através de pulsos elétricos de diferentes larguras.

Imagine que você precise regular a intensidade de uma lâmpada. Em vez de simplesmente ligar e desligar a lâmpada, o PWM permite variar a quantidade de energia que é enviada para ela. Isso é feito ligando e desligando a lâmpada rapidamente em intervalos muito curtos de tempo.

Quando a lâmpada está ligada, ela recebe uma quantidade máxima de energia. Quando está desligada, não recebe energia alguma. A variação acontece na quantidade de tempo em que a lâmpada fica ligada em relação ao tempo total. Por exemplo, se a lâmpada fica ligada por 50% do tempo total, ela receberá metade da energia máxima.

Essa variação na largura dos pulsos elétricos permite controlar a intensidade do dispositivo que está sendo alimentado. No caso da lâmpada, é possível ajustar o brilho de forma suave, sem os tradicionais "degraus" de intensidade.

O PWM é amplamente utilizado em várias áreas, como eletrônica, informática e automação. É especialmente útil no controle de velocidade de motores elétricos, ajuste de brilho de telas de dispositivos eletrônicos e até mesmo no controle de temperatura em sistemas de refrigeração.

Concluindo, o PWM é uma técnica que permite controlar a quantidade de energia que é enviada para um dispositivo através de pulsos elétricos de diferentes larguras. Isso possibilita regular a intensidade do dispositivo de forma suave e precisa.

Setup Brasil
Logo